O HIPERADRENOCORTICISMO E SUA POSSÍVEL ASSOCIAÇÃO COM A PANCREATITE EM CÃES

A pancreatite apresenta elevada taxa de mortalidade em cães (entre 27 e 58%), seu tratamento ainda sendo exclusivamente de suporte e sintomático. É, portanto, fundamental determinar os fatores de risco associados ao seu desenvolvimento e como o tratamento da condição predisponente repercute no desenvolvimento da doença, bem como estabelecer um programa, notadamente dietético, quando o fator de risco estiver presente, reduzindo a morbidade e mortalidade ou mesmo prevenindo o desenvolvimento da doença.

Endocrinopatias, notadamente diabetes mellitus, hipotireoidismo e hiperadrenocorticismo (HAC), estão entre os fatores de risco geralmente associados à pancreatite em cães. A associação entre pancreatite e hiperadrenocorticismo não é clara, tendo em vista que o excesso de glicocorticoides parece não afetar de forma deletéria o tecido pancreático. A associação entre as duas condições deve, portanto,  ser buscada nas outras alterações causadas pelo hiperadrenocorticismo, além do hipercortisolismo.

A hiperlipidemia ( hipertrigliceridemia e hipercolesterolemia) é a principal alteração causada pelo HAC que parece estar diretamente relacionada com a pancreatite.

Dentre as alterações causadas pelo HAC, reportadas isoladamente como fatores contribuintes ao desenvolvimento da pancreatite, podemos citar:

- a hipercalcemia, relacionada ao efeito estimulante dos glicocorticoides na secreção do PTH, causando ativação prematura da tripsina;

- a polifagia, frequente no HAC, tendo em vista a associação entre parorexia e pancreatite;

- a obesidade, por alterações no status lipídico e aumento das adipocinas, causando um estado inflamatório crônico.

A Spec cPL® é o teste de escolha na determinação de pancreatite em cães, apresentando alta especificidade e sensibilidade, inclusive em casos brandos iniciais. Em animais que não seriam normalmente testados (como os com diagnóstico presuntivo de HAC), a especificidade do teste foi calculada em 97,5%. A lipase pancreática não é afetada pela administração de glicocorticoides, sendo portanto a Spec cPL® um teste adequado para determinar alterações pancreáticas em cães com hipercortisolismo.

Endocrinologia

Veterinária.com 

M.V. MSc.
Alexandre Bastos Baptista

 

 

  • Facebook Metallic